RSS Feed

“A gente… conseguimos”

Posted on Wednesday, June 9, 2010 in Podcast

Como vocês podem ver pela data do post anterior, há mais de um ano estamos tentando lançar o podcast e não conseguimos. Desta vez, parece que vai! \o/

Foi por isso que escolhemos como assunto do primeiro episódio a dificuldade que sentimos para falar de tradução. Uma dificuldade tão grande que acabamos cometendo errinhos do tipo “a gente… conseguimos”, como vocês poderão ouvir no episódio de hoje.

Além disso, o Marcelo nos chamou atenção para o fato de sermos profissionais de interpretação e tradução e, portanto, não devemos dizer que “fazemos” interpretação ou tradução, como se fosse um bico. A gente vive o nosso trabalho.

Estamos muito felizes com o resultado, apesar dos pequenos deslizes. Por isso, estamos ansiosos para saber a opinião de vocês. Escrevam, deem sugestões, enviem críticas (mas não muitas), apresentem “causos” – não nos deixem sozinhos. 🙂

Curtiram as músicas? São da banda “Still Nameless“: “New” e “Bluesin‘”.

Bring on the comments

  1. Maffalda says:

    Muito legal! Mais legal ainda ver um projeto nascendo. Vou ficar atenta aos próximos tradcasts!

  2. Parabéns trio! Achei a idéia ótima e concordo que não é fácil falar sobre o que fazemos. Aguardo ansiosamente o próximo, de preferência sobre “causos”, que acho que fica bem legal em um podcast.

    Sucesso no novo projeto!

  3. Adorei. Vou divulgar lá no meu blogue.

    Beijos e abraços

  4. Lorena Leandro says:

    Adorei e já estou aguardando pelo próximo!

  5. Julieta Sueldo Boedo says:

    Oi gente, parabéns!!!! Adorei o podcast, as idéias do projeto e a vozinha de vocês com sotaque carioca!
    Além disso, é bom poder ouvir enquanto fazemos outra coisa, bebemos uma água ou damos uma esticadinha para descansar da tela, a gente já lê tanto no nosso trabalho, não é?
    Um beijo grande e adelante!!!!
    Juli

  6. Lilian Simoes says:

    Gente, eu nao aguento voces…
    essa frase da Erika eh tudo!!!!!!!!!!
    vcs sao o maximo como pessoas e como profisisonais, e com certeza o tradcast vai ser o maximo!!!!!!!!!!
    e tenho uma ideia para um tema, explicar que tradutor/interprete nao traduz os titulo dos filmes ou livros.
    Muita gente nao tem ideia disso… 😉

    Parabens pela iniciativa e bons ventos os tragam

  7. Renata Armindo says:

    Oi gente! Parabéns pelo projeto, é uma excelente idéia, super inovadora, que tem tudo para dar certo.
    Quando será o próximo?? Estou ansiosa! 🙂
    Tenho uma sugestão de tema: as redes sociais na vida do tradutor, a importância que elas têm, o que devemos ou não fazer, afinal, muitas vezes temos amigos e colegas de trabalho/chefes no mesmo perfil. Qual é a etiqueta para as redes sociais?
    Beijos e tudo de bom para vocês!
    Renata

  8. Roseli says:

    Parabéns, pessoal!
    Que venham muitos mais!
    Foi impressão minha ou eu ouvi um gato miando lá no fundo? 😀

  9. Fabio says:

    Ótima ideia + elenco bem-humorado = receita de sucesso! Parabéns pela iniciativa e publiquem logo o episódio 2! Vou divulgar lá no meu “Fidus interpres”.

  10. […] Foi com grande alegria que recebi essa notícia pelo Twitter na semana que passou: nasceu o Tradcast, o primeiro podcast brasileiro de tradução, uma ótima iniciativa dos colegas tradutores Érika Lessa, Marcelo Neves e Cláudia Mello […]

  11. Ju says:

    Adorei. Óteemo!

    Só achei que podiam falar um pouco mais pausadamente, sem grudar uma palavra na outra. Afinal, pra que pressa? Ninguém vai perder o casamento… (Nada de ficar segurando vela. Viu, Cláudia?)

    Ah! E podem falar mais perto do microfone, sem esquecer de pronunciar os erres finais dos verbos.

    Mais uma vez, parabéns!

    Beijocas.

    • Érika says:

      Oi Ju,
      Obrigada pela participação!

      O objetivo do Tradcast é ser uma conversa informal, sem grande pompa ou circunstância, como se fosse em uma mesa de bar mesmo. Se a gente começar a se preocupar com as pausas e os erres, vamos perder muito da naturalidade da coisa (acredite, já testamos).
      Quanto à questão da pressa, diria que é muito mais ansiedade do que propriamente pressa. Como dissemos no post, foi bem complicado para transformar as ideias em ações.

      Esperamos você no próximo episódio.

  12. Clap, clap clap!!! Parabéns aos três! Excelente ideia e o trio perfeito para pô-la em prática! A qualidade da gravação ficou ótima e é uma grande vantagem poder ouvir a discussão a qualquer hora (pra mim, que enjoo lendo no ônibus, é ideal). Sem falar que foi muito bom matar um pouquinho as saudades. 🙂
    Esperam que venham muitos episódios por aí. Vou divulgar!

  13. Lucilene says:

    Muito bacana a ideia de vocês, um podcast sobre tradução. Vou passar por aqui sempre. Sucesso com o projeto!

  14. Andressa Gatto says:

    Parabéns aos 3 pela iniciativa. Ficou mt legal. Espero q possamos criar um vínculo maior entre os tradutores brasileiros e discutir temas interessantes por aqui. bjks

  15. Muito bom. Sou estudante de Tradução e sempre procura entrar no meio de uma conversa “tradutória” com o intuito de aprender mais. Então, estarei sempre “bicando” o tradcast.

  16. Olá,

    Parabéns pelo trabalho.
    Gostei de ouvir vocês.
    Desejo sucesso.
    Beijos,
    Aline

  17. Thays says:

    Oba! Adorei! Vou já ver o segundo. Atrasadinha, não tinha arrumado tempo ainda. Mas tem nada, não. Qualquer dia, passo aí pra gravar também! hahaha A convidona, né? 😛

  18. […] viagens e apresentações na Conferência do Proz (lembra daquele lance das agendas que falamos no primeiro episódio? Pois é.), excepcionalmente não teremos episódio esta semana. Aguardem, pois na próxima teremos […]

  19. Parabéns, pessoal! Grande iniciativa! Aguardo o próximo. Adorei, sobretudo na parte inicial, onde vocês disseram que muita gente costuma “menosprezar” o nosso trabalho, alegando que “qualquer um pode fazer tradução”, e que tradutor não se cansa “por trabalhar em casa”…Temos que desmitificar essa imagem. É isso aí, continuem, e sucesso!

Leave a Reply

Google+